•Agência de Turismo
   •Beleza e Estética
   •Decoração
   •Diversão
   •Educação e Cursos
   •Gastronomia
   •Lazer
   •Meio Ambiente
   •Moda e Vestuário
   •Pet & Cia
   •Psicologia
   •Saúde
   •Turismo

Repetência. Um recomeço na vida escolar

Compartilhe esta matéria com seus amigos !

Não adiantou: você pagou professores particulares, estudou junto com seu ?lho, ?cou nervoso na hora das provas ?nais e na recuperação. Mas não teve jeito.
Seu ?lho, infelizmente, tomou bomba no colégio. E agora o que fazer? É correto castigar um ?lho que não obteve sucesso? O melhor seria deixar pra lá e focar os esforços para o ano que vem? Como em uma prova
de múltipla escolha, os pais precisam estar aptos para responder o que vai ser melhor para seus ?lhos.
Para ajudar você e seu ?lho a passarem por essa fase, a Revista Help.Com fez uma matéria especial. Conheça o que você deve e não deve fazer para ajudar seu ?lho.

UMA BOMBA EM FAMÍLIA.
No ?nal de 2009 a comerciante Rosa Freitas descobriu que seu ?lho, que sempre foi bom aluno, tinha pela primeira vez repetido uma série: “Lembro que não foi nada agradável. Briguei, tentei descobrir onde foi o
erro, mas o pior foi ver meu ?lho triste porque não ia estudar com seus melhores amigos.” O principal
questionamento de Rosa foi descobrir o que estava errado: “2009 foi um ano de muitas mudanças na minha família. Ganhei mais uma  ?lha e mudei de casa. Com tanta novidade essa foi, provavelmente, a causa do meu ?  lho ir mal na escola.“.
Apesar de não poder a?rmar com certeza, Rosa procurou, mesmo intuitivamente, saber o que aconteceu com seu  ?lho para depois tomar uma atitude. A professora Cris Viera ainda faz um alerta:
“problemas como separações, doenças e até mesmo a perda de um ente querido podem fazer com que o
rendimento escolar caia. Por isso os pais devem estar atentos, a abordagem que se usa em uma criança com esses problemas é completamente diferente de uma criança que faltou aula por pura diversão.”


SENTIMENTO DE FRUSTRAÇÃO.
Se por um lado os pais não gostam e até mesmo brigam, por outros as crianças são obrigadas a conviver com um sentimento que, ás vezes, pode até levar à depressão. Cris explica: “Crianças se apegam muito fácil aos seus amigos. A repetência
pode ser encarada como uma separação. Mesmo que ele encontre os amigos no recreio o sentimento
predominante é o da separação.”
Outra sensação constante nessa situação é a frustração. Imagine ter falhado diante de todos os amigos? Pois pode ser assim que seu ?lho se sente. Mesmo que sem querer, diversos alunos e companheiros de classe podem fazer uma comparação. Seu  ?lho, poderá se sentir diminuído em relação aos seus colegas.  

Sabemos que, no caso da repetência, a repreensão é quase inevitável, mas lembre-se que seu  ?  lho pode encarar essa situação de uma maneira extremamente dolorosa. Converse e re?ita com ele o que está
errado, o que pode ser mudado e mostre que qualquer pessoa tem a chance de recomeçar.  E essa lição, que não se aprende na escola, pode ser fundamental para o sucesso de seu ?lho. Tanto na sala de aula quanto na vida.

 

 



Você pode pagar seu anúncio com :