•Agência de Turismo
   •Beleza e Estética
   •Decoração
   •Diversão
   •Educação e Cursos
   •Gastronomia
   •Lazer
   •Meio Ambiente
   •Moda e Vestuário
   •Pet & Cia
   •Psicologia
   •Saúde
   •Turismo

Berna - Um retrato da Suiça

Compartilhe esta matéria com seus amigos !
 

Alguns países possuem cidades que se tornam referências, a ponto das pessoas acharem que ela é a sua capital. Nós mesmos já confundimos quando citamos o Canadá. Apesar de Toronto ser uma das cidades mais famosas, a verdadeira capital é Ottawa. Agora, nós vamos visitar um país que possui a mesma característica: a Suíça. Apesar dos olhos do mundo estarem voltados para Zurique, a verdadeira capital é a pacata, charmosa e incrível Berna. E para desfazer qualquer mal-entendido, este vai ser o nosso destino deste mês. Por isso, prepare-se, faça as malas e embarque com a gente.
Incrível para quem visita . Melhor ainda para quem mora . A Suíça é uma referência mundial em cultura, educação, transportes e serviços públicos e a sua capital é ainda mais impressionante. Berna é uma das 10 melhores cidades do mundo em qualidade de vida.
Esse dado pode ser visto na prática ao desembarcar na cidade. Uma população hospitaleira, educada, poliglota (inglês, francês e alemão são normalmente falados pelos locais) ajuda a dar ainda mais encanto à paisagem, que parece ter saído diretamente das histórias medievais. Mas para aproveitar ainda mais a sua viagem, siga as nossas dicas. Há voos diretos do Brasil para a Suíça. Mas se você quiser chegar ao local partindo de outras cidades europeias fique tranquilo, além das rodovias, há trens saindo de vários pontos do continente. O melhor: as viagens ferroviárias passam por paisagens de tirar o fôlego! A moeda local é o franco-suíço, mas, apesar do país não fazer parte da União Europeia, muitas lojas indicam o preço em Euros, chegando a aceitar a moeda como pagamento. Mas lembre-se: essa prática é parte da cordialidade suíça com os turistas, ou seja, não é obrigatória. Além disso, é comum, caso haja troco no pagamento feito em euros, que a diferença seja devolvida em francos. Patrimônio histórico da humanidade .
Poucas cidades ao redor do mundo (principalmente as da Europa, que passaram por inúmeras guerras) conseguem manter suas características tão bem preservadas quanto Berna. Ao olhar as simétricas casinhas com telhados característicos, ruas estreitas, chafarizes e torres históricas, temos a impressão de ter voltado à Idade Média. Mas basta uma observação mais cuidadosa para notar que o ar medieval divide a cena com a mais alta tecnologia e luxo. Tanto cuidado para não descaracterizar a história, mas unindo-a ao mundo moderno, conferiam à Berna o título de patrimônio histórico da humanidade. E prece que a união faz mesmo parte da cidade. Ela é considerada uma das mais tranquilas capitais europeias e, devido à proximidade com amplas áreas verdes, ainda mantem um gostoso clima rural. Em uma única viagem você pode ter o prazer de realizar compras, ir a restaurantes ou esquecer o tempo fazendo trilhas por morros e montes.
Forte como um urso .
A ligação entre Berna e a natureza é bem mais forte que sua proximidade com as áreas verdes. Há uma lenda que afirma que um famoso duque, no Século XIII, saiu para caçar e retornou à cidade com um enorme urso. O assombro foi tanto que o animal, além de dar origem ao nome da cidade (urso em alemão é bär) tornou-se mascote do local.
A admiração por estes animais é tamanha que, na parte nova da cidade, há uma das maiores e mais procuradas atrações turística,visitada por mais de 2 milhões de pessoas, o Parque dos Ursos. Uma área verde que se assemelha a um zoológico, mas que, na verdade, é um recanto especial para os ursos marrons poderem brincar, se reproduzir e viver em paz.
Outra atração que liga Berna ao meio ambiente é o maravilhoso Jardim das Rosas. Um imenso parque que abriga mais de 200 tipos de rosas, 200 tipos de íris, além de camas de charneca e azaleias. Além da beleza das flores este parque oferece restaurantes e uma das mais belas vistas panorâmicas da cidade. Muita história para contar .
A natureza é parte integrante da Suíça e de sua capital. Mas há outro aspecto que se mostra marcante: a história. E isso pode ser constatado em um passeio pelo centro histórico da cidade que, como falamos no início, nos faz entender porque este é um patrimônio histórico da humanidade.
Em 1405, um grande incêndio destruiu Berna. Na reconstrução, para evitar que isso acontecesse novamente, as casas e pequenos prédios foram reconstruías com arenito, uma pedra bastante comum na região.
Outra atração imperdível é a catedral de Berna. Um edifício gótico que é também uma das mais altas construções da cidade. A torre, que pode ser visitada, tem mais de 100 metros de altura! Se você não tiver medo, vale uma olhada para o visual que se tem lá de cima. Para sair da Cidade Velha a melhor maneira é pela Ponte Nydeggbrücke. O nome pode ser complicado, mas o porquê dela ser uma atração turística é bem fácil de entender. Esta ponte atravessa o Rio Aare, suas águas são tão límpidas e transparentes que, nos dias de verão, servem como refúgio dos moradores.
Vou te mostrar que é de chocolate .
Existem 3 produtos que são considerados marcos da Suíça: os relógios, os canivetes e os chocolates, considerados os melhores do mundo. E, uma vez em Berna, a pedida é visitar uma cidade que fica a poucos quilômetros da capital: Brunnen. O motivo é bem simples, apesar de não estar aberta à visitação, esta cidade possui a única fábrica dos chocolates Toblerones do mundo! Para se ter uma ideia da importância, só essa fábrica é responsável por 1/3 de toda exportação de chocolates suíços para o mundo. Um lugar mágico para se deliciar e, claro, fazer trazer algumas boas lembranças para os amigos. Porque, se visitar a Suíça é uma delícia, com chocolate pode ser ainda mais espetacular.

 

 

 



Você pode pagar seu anúncio com :