•Agência de Turismo
   •Beleza e Estética
   •Decoração
   •Diversão
   •Educação e Cursos
   •Gastronomia
   •Lazer
   •Meio Ambiente
   •Moda e Vestuário
   •Pet & Cia
   •Psicologia
   •Saúde
   •Turismo

Praga: A capital mais bela da Europa.

Compartilhe esta matéria com seus amigos !
 

Lisboa possui o irresistível charme melancólico. Paris é conhecida como a Cidade Luz. Londres mistura cultura e excentricidades e Amsterdã é o retrato do respeito à diversidade. Essas capitais europeias já foram temas de algumas matérias de turismo da Revista Help.com.
Neste mês, a Europa continua sendo nosso roteiro, mas vamos levar um pouco mais além, rumo ao lado oriental e a uma cidade que é considerada por muitos turistas a mais bela capital do Velho Continente. Separe o passaporte e embarque nessa viagem rumo à República Tcheca e a sua maior joia: a capital Praga. Longos caminhos pela frente.
O caminho entre o Rio de Janeiro e Praga pode ter a distância e o tempo que você quiser. Nós explicamos: isso não é nenhuma pegadinha ou mágica, apesar de Praga possuir encantos únicos, mas porque não há voos diretos do Brasil para a República Tcheca. Mas nem pense que isso é ruim. Praga é uma cidade que possui o turismo como principal atividade econômica e, justamente por isso, possui acesso fácil às demais capitais europeias seja por terra, através das rodovias e linhas ferroviárias e pelo ar.
O aeroporto fica afastado cerca de 20km do centro de Praga e possui interligação com o metrô, trens e importante linhas de ônibus. Mas se você deseja pegar um táxi, a corrida custa, aproximadamente 25 Euros. E por falar em dinheiro, uma dica muito importante: a República Tcheca não usa o Euro. A moeda oficial é a Coroa Tcheca (cada Euro tem câmbio variando entre 24 e 25 Coroas) e, para desespero de alguns turistas que estão viajando pela Europa, o Euro não é aceito nas áreas turísticas, por isso, ao chegar em Praga, procure uma casa de câmbio ou prepare-se para usar o cartão internacional. Outra informação: o idioma oficial é o tcheco, mas o inglês é amplamente difundido na maioria dos estabelecimentos.

Uma multidão de atrações.
Falamos no início, Praga é uma cidade que vive do turismo e para o turismo. Os benefícios dessa vocação são muitos: dá para se conhecer uma boa parte das atrações a pé, há uma ampla variedade de hotéis e as atrações são incontáveis. Porém, há quem prefira fugir da alta temporada justamente por encontrar a cidade menos cheia. Então não se esqueça: o verão europeu é a alta temporada, se você for visitar a cidade preparese para encontrar o local repleto de gente. Se você quer aproveitar mais o clima, sem uma multidão de pessoas ao seu redor, prefira ir na primavera ou outono. Nem só de Big Ben vive a Europa.
Em uma localidade como a capital da República Tcheca, escolher qual atração ver primeiro é uma tarefa difícil. Para facilitar a vida do turista, Praga possui uma geografia peculiar, recortada pelo rio Moldava, ela pode ser dividida em áreas como a chamada Cidade Velha (ou Histórica), que fica localizada em uma das margens. Mas nos dois lados há atrações imperdíveis. Se você quiser começar pela Cidade Velha nossa maior e mais impressionante recomendação é conhecer o Relógio Astronômico, na torre da antiga prefeitura.
Enquanto o seu rival mais famoso, o londrino Big Ben, mostra apenas as horas, essa obra-prima da engenhosidade, marca o tempo, mostra as fases da lua, hora do pôr-do-sol e mais inúmeras informações para deixar seu lado intelectual arrepiado. E nas horas heias ainda há um show especial: as figuras do relógio ganham vida e se apresentam para os turistas. O melhor disso tudo? Apreciar o relógio é gratuito. Praga é tão repleta de história que até o simples fato de atravessar uma ponte que liga um lado a outro da cidade pode se tornar um passeio turístico. Cruzar a ponte Carlos e visitar as suas torres garante bem mais que bonitas fotos. Além da paisagem deslumbrante, que pode ser apreciada do monumento, a ponte contém diversas estátuas religiosas, entre elas a do padroeiro da cidade, São Vito. Diz a lenda local que quem encostar as mãos nos pés da estátua terá boa sorte e a chance de voltar novamente ao local. Pelo sim, pelo não, não custa nada tentar. E não custa nada, literalmente: a ponte, assim como o relógio, está aberta 24 horas por dia e é gratuita. As torres, que possuem um amplo acervo histórico, estão abertas de 10h às 18h e para visita-las é cobrada uma pequena taxa.
Sinta-se um rei no castelo.
Uma das melhores recomendações que podemos dar ao viajante que vai à Praga é não esquecer de levar seus sapatos mais confortáveis. Porque andar é praticamente o melhor e mais eficiente meio de locomoção para diversas atrações. A que vamos citar agora é uma delas: o Castelo de Praga.
Na ponta oposta à Cidade Velha e acessado através da Ponte Carlos, o Castelo de Praga é um enorme complexo (com tamanho de aproximadamente 7 campos de futebol) repletos de locais de beleza exuberante. E vale tomar nota: para este passeio vale separar um dia inteiro de viagem.
Dentro do complexo estão localizadas o Jardim Real, com impressionante estilo renascentista, a Casa do jogo da Bola, o local de lazer dos governantes tchecos e a antiga escola de equitação, que, atualmente, abriga exposições de artes plásticas.
Mas há ainda um complexo dentro do complexo: a Catedral de São Vito, que abriga inúmeras relíquias religiosas, também conta com a capela de São Venceslau. Ainda na parte religiosa, o Castelo possui a Praça de São Jorge que conduz o visitante à uma basílica. Ou seja, você vai agradecer aos céus por tanta beleza.
Os sabores de uma cidade.
Há outra vantagem de se conhecer Praga a pé: você pode parar, sempre que tiver vontade, em um barzinho ou café e se refrescar com uma deliciosa cerveja feita de trigo e pequenas porções de pratos comuns da região. Outro benefício é que o custo da alimentação é relativamente mais barato que em outras cidades turísticas.
Há ainda uma outra atração: pela cidade você vai encontrar diversas barraquinhas que vendem um delicioso sanduíche de linguiça. Há linguiças de vários sabores e texturas e o sanduíche ainda vem acompanhado de mostarda. Para quem deseja algo mais típico, pode experimentar o presunto de Praga, uma espécie de embutido, assado na brasa. Se você deseja algo mais requintado, visite o Café Imperial. Um prédio histórico que serviu de base alemã na segunda guerra. Restaurado em 2017, o café possui iguarias da autêntica gastronomia tcheca. Com tantos benefícios é impossível não dizer que Praga é uma cidade de encher os olhos e a boca.

 

 

 



Você pode pagar seu anúncio com :