•Agência de Turismo
   •Beleza e Estética
   •Decoração
   •Diversão
   •Educação e Cursos
   •Gastronomia
   •Lazer
   •Meio Ambiente
   •Moda e Vestuário
   •Pet & Cia
   •Psicologia
   •Saúde
   •Turismo

Síndrome Pré-menstrual. Não deixe a TPM atrapalhar você.

Compartilhe esta matéria com seus amigos !
Parece que não há como fugir: dores de cabeça, ganho de peso, desconforto e, muitas vezes, uma irritação fora de controle. Muitas mulheres podem confundir esses indícios com situações pontuais, não dando a devida importância. Mas não se engane: isso pode ser a tão falada TPM, ou mais corretamente, síndrome pré-menstrual, que causa incômodos e pode afetar duramente a rotina de milhares de brasileiras. Mas nem tudo está perdido. Há formas de amenizar os sintomas com soluções fáceis e simples. Quer saber como? Basta ler essa matéria.
 
as dores de ser Uma mUlher moderna.
A TPM não é uma lenda ou uma “frescura” como chegam a dizer alguns homens. É uma síndrome comum que gera efeitos tanto no aspecto físico quanto no psíquico. Ela pode ter diversos sintomas, sejam eles isolados ou em conjunto: depressão, confusão, irritabilidade, fadiga, dor nas mamas, distensão abdominal, dor de cabeça, inchaço, ganho de peso e acne discreta.
Os sintomas podem aparecem em qualquer época da ovulação, mas tem sua incidência acentuada, geralmente, nos seis dias precedentes à menstruação. Mas como diferenciar um desconforto pontual de um sintoma da TPM? Em primeiro lugar devemos analisar o histórico familiar. Mulheres que já tenham casos na família estão mais pré-dispostas a desenvolverem a síndrome. Outro fator é caso você tenha tido depressão pós-parto.
O segundo passo é a frequência. Se você sentiu pelo menos dois desses sintomas desde às primeiras ovulações ou se eles ocorreram depois da suspensão do anticoncepcional, a probabilidade que você tenha TPM é muito alta. Convém procurar seu ginecologista o mais rápido possível.
manTendo o conTrole.
Mas acalme-se. O fato de ter TPM não significa que você terá que conviver para sempre com os sintomas. Além dos tratamentos adequados, prescritos apenas por um médico, que vão desde o uso de anticoncepcionais à analgésicos e outros remédios específicos, há pequenas mudanças na rotina que podem ajudar a amenizar e, em alguns casos, até a acabar com os sintomas:
• Pratique exercícios: a prática constante de exercícios ajuda no bem-estar como um todo e ainda, reduz drasticamente o nível do estresse.
• Altere a dieta: sabemos que neste período a vontade de comer um chocolate é enorme. Mas controle-se, evite o uso excessivo de alimentos gordurosos e do sal.
• Mantenha o sono em dia: a vida é muito corrida, mas manter o sono em dia é fundamental para sua saúde fisiológica e, também, mental.
• Reduza o cigarro e o álcool: o cigarro já é um hábito horrível que faz muito mal a sua saúde. Associado ao álcool pode significar uma verdadeira bomba relógio de dores de cabeça e enxaquecas.
• Vá ao ginecologista regularmente: procure sempre seu médico. Ele é a melhor pessoa para indicar um tratamento correto e eficaz para acabar de vez com a sua TPM.

 

 

 

 



Você pode pagar seu anúncio com :