•Agência de Turismo
   •Beleza e Estética
   •Decoração
   •Diversão
   •Educação e Cursos
   •Gastronomia
   •Lazer
   •Meio Ambiente
   •Moda e Vestuário
   •Pet & Cia
   •Psicologia
   •Saúde
   •Turismo

Finlândia. Bem mais que a terra do Papai Noel.

Compartilhe esta matéria com seus amigos !

Neve, renas, uma floresta encantada e, ao fundo,a fábrica do Papai Noel. Essa descrição é muito característica das lendas em volta do Bom Velhinho.
Mas hoje, ao invés de falarmos sobre essa figura que tanto causa alegria nas crianças, vamos mostrar um lugar que é capaz de encantar os adultos: a Finlândia.
Venha com a Revista Help.com nessa viagem e descubra as atrações desse país único que, mesmo sem ser o período do natal, é um verdadeiro presente. 
Transformações pela tecnologia.
Alguns países são capazes de se transformar rapidamente, enquanto outros, demoram séculos para mudar sua real estrutura social ou econômica.
A Finlândia está associada ao primeiro exemplo. Até o início do século passado, ela era considerada o verdadeiro quintal europeu: agrícola, pobre e sem expressão. Em pouco tempo esse cenário sofreu uma verdadeira revolução: o país é um exemplo mundial de qualidade de vida (um dos maiores IDH - índice que mede a qualidade de vida - do planeta), moderna, tanto que grandes empresas de tecnologia possuem sede no país, como a Nokia e Linux, e, mais surpreendente, tanto progresso ao invés de ameaçar,
aproximou sua população da natureza. Em resumo: o turista, além de uma qualidade exemplar de serviços e transportes, vai encontrar na maioria das grandes cidades, ruas arborizadas, transporte de qualidade e parques bem cuidados.
Uma terra de facilidades para os viajantes.
Talvez o único contratempo para visitar a Finlândia seja a ausência de voos diretos do Brasil, mas isso é facilmente contornado. A maneira mais convencional de chegar ao país é através das conexões feitas nos aeroportos de Frankfurt, Londres, Roma e Amsterdam.
Quem já está na Europa e deseja ir ao país, dependendo do lugar aonde se esteja, pode optar pelas opções via mar Báltico ou até por rodovias.
Como é o costume de nossa revista, fica a dica: apesar da Finlândia não precisar de visto para brasileiros, é necessário a comprovação de passagem de volta marcada, cartão de crédito internacional, seguro viagem e a comprovação de € 60 por dia de estadia. 
Para facilitar ainda mais seu planejamento, a moeda local é o Euro.
Porta de entrada para grandes aventu ras.
A capital da Finlândia, Helsinque é também a porta de entrada para a grande maioria de turistas que visitam o país. E a escolha não poderia ser mais acertada:
ruas arborizadas e diversos cartões postais são uma das principais atrações do local que, melhor ainda, é perfeito para ser conhecido a pé.
Para começar, visite logo no primeiro dia o principal cartão postal da cidade: a igreja luterana Tuomiokirkko, uma imponente construção em estilo neoclássico projetada por Carl Ludvig Engel. Além do interior, você pode se divertir e passar alguns momentos na escadaria em frente a igreja, um dos pontos de encontro mais conhecidos da cidade.
Quem gosta de arte e cultura também vai amar Helsinque. O local conta com um dos mais importantes museus de arte contemporânea de toda Europa, o Kiasma. No museu, você pode conhecer artistas contemporâneos finlandeses em mostras permanentes e, também, apreciar exposições temporárias de dança, cinema, além de concertos musicais.
A arte da guerra.
Durante muitos séculos, Helsinque foi um ponto estratégico, disputado entre suecos e russos. Em 1748, para tentar conter o avanço russo e conquistar
definitivamente o poderio do Mar Báltico, os suecos criaram uma verdadeira fortaleza de guerra em uma ilha próxima a Helsinque. O objetivo da grandiosa construção era proteger o porto da cidade. Porém, a estratégia não funcionou muito bem: mesmo com a fortaleza, os russos, anos mais tarde, conseguiram conquistar a cidade. Porém, se a estratégia não
funcionou na guerra, ele foi muito bem sucedida no turismo. A fortaleza de Suomenlinna é um dos passeios mais procurados em Helsinque. Para ter esse prazer, basta procurar os barcos que saem do porto da cidade
até a ilha, o passeio até lá dura em média cerca de 20 minutos.
Claro que, depois de andar e ver atrações turísticas, provavelmente, você vai ficar cheio de fome. E a melhor pedida é visitar o mercado Kauppahalli. O
mercado é coberto e, além de encontrar, frutas, carnes e bebidas locais, você vai poder passar algumas horas saboreando deliciosos pratos em charmosos bistrôs, ou seja, um passeio delicioso em todos os sentidos.
Relíquias medievais.
Apesar de bastante popular, Helsinque não é a única parada para os turistas que vão até a Finlândia. Uma outra região também atrai um grande número de pessoas: a cidade de Turku.
Entre as principais atrações estão o Castelo de Turku, uma verdadeira joia medieval incrustada nas margens de um rio. Um cenário digno de muitas fotos. Ao lado do castelo está o Forum Marinum, dedicado à vida marinha, contendo inclusive embarcações reais. Outra parada interessante é a Catedral de Turku, a principal igreja para os luteranos finlandeses. Agora uma dica importantíssima: se você for conhecer a cidade, compre o Turku Card, um cartão que dá desconto nos principais museus e, ainda oferece livre acesso ao transporte público! Há opções para quem deseja utilizar o benefício por 24 ou 48 horas. 
Mas além das construções históricas a cidade possui outra função importante: é de lá que saem os barcos para Estocolmo, a cidade que é capital do país vizinho, a Suécia. Turku também é primordial para os turistas
que desejam apreciar a Aurora Boreal, o local é uma das paradas estratégicas para turistas e pesquisadores que desejam ir até o mais próximo possível do Círculo Polar Ártico.
Agora, é você quem vai visitar o Bom velhinho. Apesar de todos os encantos naturais e da urbanização grandiosa, a viagem à Finlândia pode ser mágica para crianças e adultos, por um precioso detalhe. Detalhe não, endereço: a região da Lapônia, ou mais conhecida mundialmente como a terra do Papai Noel. 
Muitas países ao redor do mundo se auto intitulam lar do Papai Noel. Desde Alemanha, Holanda, Estados Unidos e até mesmo a Turquia. Mas o endereço mais aceito, conhecido e visitado é a cidade Rovaniemi, que fica na Lapônia Finlandesa, cerca de 830 km de Helsinque. A paisagem não poderia ser mais adequada: conhecida por ter uma enorme criação de renas, bastante neve e uma floresta. Se o cenário já não fosse lúdico o suficiente, a cidade de Rovaniemi possui como principal atração a Vila do Papai Noel, um conjunto
de casas com direito a lojas de conveniência e, até mesmo, o Bom Velhinho em pessoa, recepcionando os turistas em qualquer época do ano. Além de conhecer o Bom Velhinho você também poderá andar em trenós puxados por renas ou cães ou praticar diversos esportes no gelo. Um lugar impossível de não se apaixonar.
A Finlândia brasileira.
Alguns lugares no Brasil possuem uma forte ligação com países distantes. Um bom exemplo disso é o bairro da Liberdade em São Paulo, conhecida por ser uma parte do Japão no Brasil, ou a cidade de Blumenau em Santa Catarina por ser um reduto alemão fora da Europa. A Finlândia também possui representação em terras nacionais e fica bem pertinho do Rio de Janeiro:
a cidade de Penedo, no sul fluminense. O local, que já foi matéria de turismo da Revista Help.com é um pedacinho do país nórdico no Brasil. 
Colonizada por finlandeses, Penedo possui arquitetura típica da Europa e atrações especiais como uma réplica da casa do Papai Noel. Se você for visitar a cidade, aproveite: ela também é conhecida por fabricar
deliciosos e irresistíveis chocolates artesanais.
Com água na boca.
Voltando à Europa, a viagem à Finlândia também pode ser especial para os amantes da alta gastronomia.
O país é conhecido por ser um novo reduto de restaurantes badalados que unem a tradição de receitas antigas com modo de preparo muito moderno.
Porém, vá se acostumando: a culinária finlandesa também é um instrumento geográfico. Nós explicamos: ela varia de acordo com a região do país onde você estiver hospedado. Na parte ocidental há uma tradição em pratos com carnes e peixes e na parte oriental, as principais receitas têm como base vegetais e cogumelos.
Os doces também são bastante diferentes dos conhecidos no Brasil. O destaque vai para o kermakku, um bolo com massa muito leve, perfumado com várias especiarias, sempre servido com chá ou café.
Além da gastronomia deliciosa, a Finlândia possui história, cultura, natureza e qualidade de vida acima da média. Visitar, nem que seja por alguns dias, a
Finlândia é viver de perto um clima único de bemestar.
Talvez o único problema desse país, seja a necessidade de você voltar pra casa.

 

 

 



Você pode pagar seu anúncio com :