•Agência de Turismo
   •Beleza e Estética
   •Decoração
   •Diversão
   •Educação e Cursos
   •Gastronomia
   •Lazer
   •Meio Ambiente
   •Moda e Vestuário
   •Pet & Cia
   •Psicologia
   •Saúde
   •Turismo

Amadurecimento dos filhos. Você está preparado para ver seu filho crescer?

Compartilhe esta matéria com seus amigos !
Qem uma de suas mais belas canções, Caetano veloso
já afirmava: “o tempo é o senhor do destino”. e sim, o tempo indiscutivelmente, passa para todos.
porém, parece que alguns pais se recusam ou têm medo de verem o tempo passar para seus próprios filhos. Afinal, parece que, até dias atrás, ele era um bebezinho que precisava de sua ajuda para tudo.
porém, como conciliar a natural proteção paterna com a independência das crianças? Descubra agora nesta matéria especial.

OA idade da descoberta.
A partir dos dois anos de idade, as crianças demonstram os primeiros sinais de independência: começa com os primeiros passos, a vontade de segurar os talheres sozinhos ou escolher o que vão ou não comer. Mais tarde, os desejos mudam: querem dormir com a porta fechada, passar a noite na casa dos amigos e até irem a festas sem que você esteja junto. todo esse
processo é absolutamente natural e, sejamos sinceros, todas as pessoas já passaram por isso. porém, por mais cotidiano que seja, a grande maioria dos pais ainda encara o amadurecimento como uma etapa difícil e, muitas vezes, nem mesmo sabem como agir diante de situações que deveriam ser prazerosas.
o contrário também acontece: na tentativa de apressar a independência, os pais acabam suprimindo importantes lições para os filhos. A solução para ambos os casos é mais simples que você poderia imaginar:
basta agir com calma e respeitar o ritmo do seu filho.
dançando conforme a música.
para exemplificar, vejamos as seguintes situações:
seu filho está aprendendo a andar, porém, com o medo de possíveis acidentes, você impede que ele dê os primeiros passos. ou então, você descobre que o filho de uma amiga, mais novo, já abandonou  as fraldas. então, insistentemente, tenta fazer com que a sua criança também pare de usar. No primeiro caso, a superproteção pode retardar um processo de aprendizado básico e no segundo exemplo, a ansiedade pode prejudicar tanto os pais, que ficam nervosos ao achar que os filhos não estão tendo progresso, quanto a própria criança, que se sente pressionada. o importante é respeitar o desenvolvimento do seu filho.
A importância do exemplo paterno.
toda criança é uma máquina de aprendizado. Cada situação aumenta a quantidade de experiências que a ajudarão na vida adulta, porém, o processo nem sempre é o mesmo para todos. Alguns se desenvolvem mais rapidamente e outros mais tardiamente. tentar frear o processo ou adiantá-lo vai causar mais malefícios que benefícios para a vida de seu filho.
Lembre-se que os pais tem uma função primordial para a evolução da criança, porque boa parte das lições aprendidas vem da observação dos adultos. por isso, não se esqueça: seu filho vai crescer de qualquer forma e o seu desenvolvimento psicológico, social e motor, vem da sua influência. Demonstrar ansiedade por resultados rápidos ou superprotegê-lo de todas as formas irá causar frustração e insatisfação de todas as maneiras. Fique sempre de olho, seu filho tem muito mais a aprender com seu amor que com a sua ansiedade.

 

 

 

 



Você pode pagar seu anúncio com :