•Agência de Turismo
   •Beleza e Estética
   •Decoração
   •Diversão
   •Educação e Cursos
   •Gastronomia
   •Lazer
   •Meio Ambiente
   •Moda e Vestuário
   •Pet & Cia
   •Psicologia
   •Saúde
   •Turismo

Falta de atenção na escola: os pais devem ficar atentos.

Compartilhe esta matéria com seus amigos !
Como toda criança, seu filho adora brincar e, muitas vezes se distrai contando histórias divertidas. Além de saudável, essa atitude indica que ele está, cada vez mais, desenvolvendo suas habilidades sociais.
Mas quando a distração vira um problema e começa a afetar o rendimento escolar, você deve ficar mais atento. A  Revista  Help.Com ouviu especialistas e vai ajudar você a lidar com esse problema.

DISTRAÇÃO EM ALTA, NOTAS BAIXAS:
Muitas vezes, ao descobrir que os filhos foram mal na escola, a primeira reação dos pais é colocar a criança de castigo, brigar e cobrar mais força de vontade e comprometimento. Porém, essa é apenas a ponta de uma questão que pode indicar problemas de saúde e até de comportamento.
A falta de atenção, irritabilidade e dificuldade
de aprendizagem podem ser sinais silenciosos que algo está errado. Esses sintomas podem estar relacionados a problemas como: dislexia, distúrbio ou transtorno do processamento fonológico, que afeta a fala e a audição, problemas de visão e TDAH (transtorno do déficit de atenção com hiperatividade).

PARA CADA CASO, UMA SOLUÇÃO:
Um dos principais itens da questão é saber identificar o que é preguiça ou bagunça e o que pode ser um sintoma de algum distúrbio. Para isso,
duas partes importantes da vida do seu filho devem estar ligadas: os pais e a escola. Uma boa conversa com a professora pode ajudar a descobrir os motivos certos pela falta de interesse. Pergunte a ela se seu filho está mais calado, se ele escuta com clareza tudo que é dito na aula, se é


tímido diante da turma e se apresenta alguma dificuldade de enxergar as letras no quadro-negro.
Além disso, você também deve procurar um pediatra de confiança e realizar um check up periódico no seu
filho. Essa atitude é fundamental para o tratamento de crianças que possuem TDAH. Esse é um distúrbio
neurológico que aparece frequentemente na infância e se caracteriza pela falta de atenção e agitação e impulsividade em excesso.

UMA BOA CONVERSA AJUDA:
Às vezes, o problema não se resolve com uma visita ao médico. Seu filho pode estar sofrendo com algum problema relacionado aos amigos, a escola e até mesmo, a própria família. Por isso, sempre que possível, procure conversar com a criança, saber seus medos, seus receios o que ela gosta e o que ela não gosta.
Um bom bate-papo ajuda a tornar a relação entre vocês dois ainda melhor e protege seu filho de vários perigos. Prestar a atenção no seu filho é um grande gesto de amor.

 



Você pode pagar seu anúncio com :