•Agência de Turismo
   •Beleza e Estética
   •Decoração
   •Diversão
   •Educação e Cursos
   •Gastronomia
   •Lazer
   •Meio Ambiente
   •Moda e Vestuário
   •Pet & Cia
   •Psicologia
   •Saúde
   •Turismo

Educação na pré-adolescência. Uma época difícil para pais e filhos.

Compartilhe esta matéria com seus amigos !
Parece que foi ontem. Seu filho mal sabia andar e apenas balbuciava as primeiras palavras. Qualquer brincadeira era motivo de risos incontroláveis e bastava ele avistar você para se sentir seguro e protegido. Mas parece que em um piscar de olhos as coisas mudaram:
hoje as bonecas e os carrinhos foram abandonados, levar ou buscá-lo na escola é motivo de vergonha e as conversas por muito pouco não se transformam em discussões. Antes de achar que tudo está perdido, saiba que esta é uma das mais complicadas fases para pais, filhos e até mesmo professores: a fase da préadolescência.


A partir de agora você vai saber por que seu filho está mudando e como você pode ajudá-lo. Bem no meio do caminho. Depois dos 10 anos de idade a criança entra na fase da pré-adolescência. As mudanças corporais, hormonais e comportamentais são enormes. Para as meninas é a época da primeira menstruação, os seios começam a se desenvolver e os pelos pubianos começam a nascer.
Já nos meninos, está a descoberta da sexualidade, a mudança de voz e os primeiros sinais de barba. A criança, de ambos os sexos, já começa a compreender determinados comportamentos e proibições. Porém, o mais importante é a descoberta de sua individualidade e personalidade. Ordens vindas dos pais e professores passam a ser questionadas e a procura por afirmar suas próprias ideias se torna muito maior. É comum, portanto, que a criança já se ache madura o suficiente para traçar seu próprio caminho, achando que qualquer afirmação vinda dos pais é ultrapassada. E é aí que começam as brigas e as discussões. Os pais, por sua vez, necessitam lidar com o crescimento dos filhos. Eles sempre precisarão do seu apoio e proteção, porém, já começam a dar os primeiros passos em sua própria jornada.
Achando o seu lugar no mundo.
Por sua vez, essas transformações afetam diretamente a vida escolar. Além das mudanças corporais, o préadolescente é obrigado a ter mais responsabilidade, já que a grade escolar sofre um acréscimo de matérias.
Para deixar a situação mais complicada, nesta fase, estamos à procura de pessoas com pensamento similar ao nosso, com isso, a conversa com os amigos e a troca de mensagens passa ser bem mais interessante que as lições dadas pelos professores. Tanto em casa quanto na escola a paciência e o diálogo devem ser francos e diretos. Filhos e alunos estão na época das descobertas e se, por um lado, o relaxamento dos responsáveis
pode ter consequências desastrosas, a superproteção também pode tolher seu filho de experiências que serão úteis para toda a vida.
É de extrema importância que tanto a escola, quanto os pais, trabalhem em sintonia e parceria, trabalhando para aceitar e conduzir o pré-adolescente a um futuro com maturidade e responsabilidade..

 

 

 

 



Você pode pagar seu anúncio com :