•Agência de Turismo
   •Beleza e Estética
   •Decoração
   •Diversão
   •Educação e Cursos
   •Gastronomia
   •Lazer
   •Meio Ambiente
   •Moda e Vestuário
   •Pet & Cia
   •Psicologia
   •Saúde
   •Turismo

Como têr e cuidar de um aquário.

Compartilhe esta matéria com seus amigos !
Alguns estudos afirmam que os aquários tem a capacidade de acalmar e transmitir paz a pessoas e
ambientes. E isso não é para menos: quem não gosta do nado calmo e descompromissado dos peixes?
Mas apesar de serem animais que exijam pouco tempo de seus donos, manter um aquário é uma tarefa de
responsabilidade e cuidado. Por isso, a Revista Help.
Com procurou com especialistas e apaixonados por peixes para dar algumas dicas e ajudar quem quer ter, ou manter, um aquário por perto.


Marinheiro de primeira viagem.
Ao comprar um aquário devemos ficar atentos a dois detalhes: seu tamanho e o local escolhido para ele no ambiente.
Para ajudar a calcular o tamanho faça uma conta simples: para aquários de água doce fria use 75cm2 por 1cm de peixe. Isto é: multiplique o comprimento pela largura do tanque e divida o resultado por 75. Ex.: O aquário de 1000cm2 comporta 13,3cm de peixe. Para aquários tropicais use 25cm2 por 1cm de peixe, isto é, multiplique o comprimento pela largura do tanque e divida o resultado por 25. Ex.: O aquário de 1000cm2 comporta 40cm de peixe.
Já o local será de fundamental importância. Além do aquário, você precisará ter uma fonte de energia (tomada) por perto, já que, além do tanque, você
necessitará de energia para ligar o aquecedor, a iluminação, os filtros e as bombas. Sobre as bombas, mais uma informação: prefira as bombas de ar submersas que, além de silenciosas, são mais eficientes. Escolhendo os moradores. Talvez essa seja a parte mais difícil. Além da infinidade de espécies, de todos os tamanhos, formas e cores, você  precisa ficar atento à compatibilidade entre espécies.
Peixes de água doce, ou água salgada, quais espécies precisam viver em cardumes (ou seja, você terá que comprar no mínimo cinco animais), quais não podem conviver com outros machos e inúmeros fatores a serem levados em conta.
Você ainda precisará de animais que ajudem na manutenção de seu tanque como peixes faxineiros ou então, caracóis, neste último caso, apenas tome
cuidado com a superpopulação. Vivenciado o dia a dia: Quem tem um aquário sabe que a manutenção e o cuidado com os peixes tende a ser bem simples. Mas até aqui algumas dicas podem facilitar seu dia a dia e oferecer muito mais saúde e longevidade aos seus animais:
• A água da torneira é muito alcalina para os peixes.
• Alimente os peixes antes de desligar a luz, diminuindo o risco dos peixes maiores se alimentarem dos menores.
• Após ligar a iluminação, espere 10 minutos para alimentar os peixes.
• Tenha sempre equipamentos sobressalentes como termômetro, aquecedor e remédios.
• Lâmpadas incandescentes esquentam a água, tome cuidado!
• Água esverdeada significa excesso de luz.

 

 

 

 



Você pode pagar seu anúncio com :