•Agência de Turismo
   •Beleza e Estética
   •Decoração
   •Diversão
   •Educação e Cursos
   •Gastronomia
   •Lazer
   •Meio Ambiente
   •Moda e Vestuário
   •Pet & Cia
   •Psicologia
   •Saúde
   •Turismo

O dilema dos pais: como conciliar trabalho e educação dos filhos?

Compartilhe esta matéria com seus amigos !
Você o carregou por nove meses, alimentou, cuidou, fi counoites sem dormir, mas infelizmente, o momento mais desesperador chegou: a licença maternidade acabou e é hora de voltar ao trabalho. A partir de agora, a afl ição de deixar o fi lho em casa se une aos compromissos da carreira. E este sentimento não é exclusivo das mulheres, homens também sentem a preocupação de serem bons pais e profi ssionais ao mesmo tempo. E agora? Como conciliar a vida profi ssional com a educação dos fi lhos?

AFINAL, O TRABALHO ATRAPALHA?

Hoje em dia, nos grandes centros urbanos, casais precisam trabalhar fora para garantir o sustento da família. A grande dúvida é se o tempo passado fora de casa pode gerar alguma defi ciência na educação dos fi lhos. Porém, educadores e psicólogos são taxativos: trabalhar fora de casa não causa transtorno na educação, mas sim, a qualidade do tempo gasto com o afeto e com o ensinamento de valores. 

PAIS EM TEMPO INTEGRAL. 
Existem fatores muito mais comprometedores para o  crescimento emocional de uma criança ou adolescente que o fato dos pais passarem a maior parte do dia fora.

Muitas mães e pais podem fi car o dia inteiro junto dos fi lhos, mas o tempo gasto, efetivamente, com eles é nulo ou inadequado e, mesmo junto dos pais, a criança sente falta de diálogo, carinho e até brincadeiras. Assim, elas tendem a ser sozinhas e isoladas, fi cando tristes ou, até mesmo, agressivas. Por outro lado, muitos pais que precisam fi car o dia fora de casa, dedicam uma parte de seu tempo com os fi lhos, seja brincando, se interessando pelos assuntos, fazendo lições e até contando histórias para dormir, estando realmente presentes na rotina diária da criança.

UMA NOVA LEI DA COMPENSAÇÃO. 
O fato dos pais passarem o dia fora também está gerando um novo tipo de comportamento nas famílias modernas: a lei da compensação do afeto. Como há a impossibilidade de se dedicarem integralmente aos fi lhos, muitos pais compensam a ausência com brinquedos, mimos e realizando toda e qualquer vontade da criança. Este comportamento, ao contrário do que muitos imaginam, pode ser altamente nocivo para ambas às partes. As crianças fi cam mimadas e esperam que sejam recompensadas a todo o momento sem que haja esforço algum, podendo gerar adultos intransigentes, que querem ter suas vontades prevalecidas a todo custo.

Já os pais, podem fi car ainda mais frustrados, tentando amenizar sua falta com presentes ainda mais caros e maiores. Desde cedo, os pequenos devem compreender que os pais necessitam trabalhar, isso é um dever, assim como a criança precisa ir para a escola todo dia. Ao invés de se sentir ausente e triste aproveite os momentos com seus fi lhos retribuindo o afeto e o carinho, fazendo com ele se sinta amado mesmo à distância.

 

 

 

 



Você pode pagar seu anúncio com :