•Agência de Turismo
   •Beleza e Estética
   •Decoração
   •Diversão
   •Educação e Cursos
   •Gastronomia
   •Lazer
   •Meio Ambiente
   •Moda e Vestuário
   •Pet & Cia
   •Psicologia
   •Saúde
   •Turismo

Maconha e seus malefícios.

Compartilhe esta matéria com seus amigos !
A maioria das pessoas que fuma maconha o faz porque tem amigos, irmãos ou irmãs que fumam e as pressionam a provar. Assim como alguns jovens que usam porque veem outros membros familiares consumindo a droga. Há ainda, os que o fazem para terem a impressão de serem superiores. Tem até os que usam a maconha para serem aceitos ou fazerem parte de um grupo.

Os jovens, no entanto, precisam saber que não é preciso fazer o uso da maconha só porque acreditam que todos fumam. A maioria dos adolescentes
(quatro de cada cinco nos EUA e nove entre dez no Brasil) não a usa!
efeitos potentes na mente.
A maconha é uma combinação de flores e folhas da planta conhecida como Cannabis Sativae pode ser verde, marrom ou cinza. Outros termos que as
pessoas usam para esse tipo de entorpecente são: erva, mato, maria, beck, baseado, marijuana, etc. A “sem semente” (sinsemilla), o haxixe, o óleo de
haxixe e o skank são variações mais potentes da droga.
Seja em qualquer modalidade, a maconha afeta a mente, ou seja, altera a função normal do cérebro porque contém o princípio ativo chamado THC (delta-9-tetrahidrocanabinol). Além do THC, a planta da maconha contém outras 400 substâncias químicas.
Seus efeitos variam para cada pessoa e dependem da experiência pessoal e de outros fatores, como:
-  a potência da maconha (seu conteúdo de THC);
-  o que a pessoa espera que aconteça quando usa;
-  o lugar em que se usa a droga (o ambiente aonde é usada);
-  como se consome (qual a forma de uso);
-  se a pessoa está bebendo álcool ou usando outra droga.
Algumas pessoas não sentem nenhuma alteração, outras se sentem relaxadas, com sono ou alegres. Algumas vezes a maconha faz com que a pessoa sinta muita sede ou fome. Porém, há indivíduos que sofrem efeitos negativos. De repente ficam ansiosas e paranoicas. Entre os efeitos em curto prazo estão:
-  problemas de aprendizagem e de memória;
-  percepção visual, auditiva, de tato, e do sentido de passagem do tempo alteradas;
-  dificuldade para pensar claramente e para resolver problemas;
-  menor coordenação física;
-  ansiedade, ataques de pânico e aceleração cardíaca.
Infelizmente, os efeitos tendem a se agravar se há a utilização junto com outras drogas.
proBlemas QUe não se dissipam como fUmaça.
Se você fumar maconha frequentemente terá menos energia e poderá perder o interesse por sua aparência e por seu desempenho escolar ou no trabalho. Os estudos mostram que uma pessoa que fuma cinco cigarros de maconha na semana provavelmente está consumindo a mesma quantidade de produtos tóxicos cancerígenos que uma pessoa que fuma um maço de cigarros por dia. Se o consumo é feito durante anos, podem ocorrer consequências em suas funções mentais.
Ao contrário do que muitos pregam, o usuário pode desenvolver dependência. Isto ocorre quando passa a sentir que é necessário usar a substância para se sentir normal. Algumas pessoas ainda podem se tornar tolerantes a droga. Isso significa que, ao longo do tempo, ela consumirá mais substância para sentir os mesmos efeitos que anteriormente.
Se você está passando por problemas devido ao uso ou dependência de maconha procure ajuda de pessoas que gostam de você e que queiram ajudar.
Busque tratamento. Não é fácil mudar. Se você não atingir seu objetivo logo na primeira vez, tente de novo! Não desista!

Aline Cataldi
Psicóloga Clínica (PUC/RJ)
Mestre em Saúde Mental (UFRJ)
www.alinecataldi.com.br

 

 

 

 



Você pode pagar seu anúncio com :