•Agência de Turismo
   •Beleza e Estética
   •Decoração
   •Diversão
   •Educação e Cursos
   •Gastronomia
   •Lazer
   •Meio Ambiente
   •Moda e Vestuário
   •Pet & Cia
   •Psicologia
   •Saúde
   •Turismo

Liso sem risco: sua saúde no salão de beleza.

Compartilhe esta matéria com seus amigos !

Diversas vezes, aqui, nas matérias de saúde da Revista Help.Com, alertamos sobre os riscos que a procura pela perfeição estética pode trazer à saúde. Foi assim quando alertamos sobre as pessoas que tentam entrar em forma rapidamente ou quando desenvolvemos distúrbios alimentares tentando atingir um padrão de beleza quase impossível. Porém, podemos colocar nosso bem estar em jogo com uma simples ida ao salão de beleza. Procurando o liso perfeito, muitas vezes o que encontramos é um grande problema para nossa saúde.
O QUE VOCÊ TEM NA CABEÇA?
Se você reparar nas ruas, hoje em dia, quase todas as mulheres possuem cabelos lisos e sedosos. Isso não signifi ca que a genética brasileira mudou, ainda 70% das pessoas no país nascem com cabelos crespos, mas sim, que inúmeros tratamentos estéticos para alisar o cabelo se tornaram mais populares. É o caso da escova progressiva: uma campeã absoluta de pedidos nos salões. Existem no mercado várias marcas e tipos de escova progressiva, mas todas possuem uma
substância em comum em sua formulação: o formol.
“O formol é uma substancia encontrada em diversos alisamentos e escovas progressivas. Estudos afi rmam que ele pode ser uma substância cancerígena, além de poder intoxicar a cliente na sua aplicação, por isso, a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)
não permite fórmulas com quantidade superior a 0,2%.” Afi rma o cabeleireiro, e nosso colaborador em
diversas matérias Luiz Lopes. Porém alguns salões clandestinos ignoram o fato e criam fórmulas com quantidade superior e até mesmo produtos mais perigosos como soda cáustica. Os
problemas vão além de cabelos fracos e sem vida: você pode sofrer intoxicação, ter coceiras, alergias e em alguns casos graves, até queimaduras no couro cabeludo.

PERIGO EM FORMA DE BELEZA.
Mônica Ferreira, secretária, sofreu por causa de produtos errados: “Fui a um salão desconhecido, mas que dizia que o cabelo sairia liso na primeira aplicação. Fiz o alisamento, mas na hora senti uma forte coceira, parecia que minha cabeça estava pegando fogo! Não aguentei fi car três dias sem lavar porque, além do cheiro insuportável, estava incomodada. O que aconteceu? Meus cabelos fi caram feios, sem vida, e tive que fazer um tratamento de 4 meses com um dermatologista. Feri meu couro cabeludo.”.
Problemas como o de Mônica são bastante comuns, por isso, ter prudência é fundamental para não colocar sua saúde em risco. Siga alguns passos para não ter problemas depois:
• Sempre faça processos químicos com um profi ssional conhecido.
• A cada novo alisamento realize o teste da mecha. Ele irá detectar se você tem problemas ou alergia a alguma substância.
• Verifique, sempre, se o produto possui registro na ANVISA (acesse: www.anvisa.gov.br). Peça para ver
o rótulo, converse com o cabeleireiro e, peça para que prepare a mistura na sua frente. Com essas dicas
você fi ca sempre mais bonita e com muita saúde.



Você pode pagar seu anúncio com :